Animais mortos pelo bem da moda

No ranking dos erros mais idiotas, irracionais e inaceitáveis da humanidade, matar animais para produção de roupas e acessórios ganha o meu honrado número 1. Grifes como a Cavalli levam à passarela roupas feitas com pele de animais e nos induzem a idéia de soberania. Ridículo acatar a mesquinhes do mundo ‘Fashion’.

Caso não saiba, para a extração da pele, os animais podem ser eletrocutados, asfixiados, envenenados, gazeados, afogados ou estrangulados e – muitas vezes – eles não morrem na hora. Alguns são esfolados ainda vivos.

Os ambientalistas e ativistas que lutam para o término desta matança (como o grupo PETA – People for the Ethical Treatment of Animals) procuram minimizar a quantidade de animais mortos para o bem da suposta beleza. Mas a luta não é fácil. Grifes poderosas custeiam propagandas com famosos que apóiam e utilizam pele de animais. O impacto de tal propaganda é eminente. Fica fácil camuflar a realidade com a imagem de “chiqueza” imposta. Enquanto animais sofrem e morrem pela beleza, grifes ganham rios de dinheiro com a crueldade.

Pois bem, adquira o produto. Sim, compre casados de pele caros, bolsas de couro e sapatos elegantíssimos. Mas não se esqueça de pedir descrito em sua nota fiscal o valor da matéria prima utilizada!

 Quantos bichinhos precisamos matar para se obter um casaco de pele tamanho médio?

Depende do bichinho em questão.

Se forem:

-chinchilas: 100

-coelhos: 30

-raposas douradas:11

-castores: 09

-guaxinins: 27

-texugos: 17

Satisfeito com a matança?

29vx7oo1

Engraçado?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: