GM pede concordata, após anos de prejuízos

Willian Durant: fundou a GM em 1908

Willian Durant: fundou a GM em 1908

A General Motors, segunda maior montadora do mundo – perde para a japonesa Toyota – pediu concordata (proteção contra falência) ontem.
Depois de oferecer mais U$S 30 bilhões, fora os US$ 13,4 bi cedidos no fim do ano passado, o governo dos EUA agora será dono de 60% da empresa.

A aposta de Barack Obama é que a empresa possa competir com a Toyota, após cortar a dívida pela metade, além de reduzir os custos trabalhistas, mediante contrato com o United Auto Workers – UAW -, o sindicato dos trabalhadores automotivos.

Demissões

A GM pretende fechar 11 fábricas nos Estados Unidos. As demissões podem chegar a 20 mil trabalhadores.

Crise na GM

Em 2008, com a crise financeira mundial, o já defasado orçamento da montadora teve um déficit de 60 milhões de dólares, e um prejuízo de 2,5 bilhões no ano. A concordata era só uma questão de tempo.

Fontes: Wikipédia e G1.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: