Violência eminente entre torcidas, dentro e fora dos estádios

Dizem que, em uma certa época, se era possível ir a estádios de futebol e assistir pacificamente a uma partida. Quase não me lembro dessa fase. Habituados a violência e ao eminente medo, famílias e estádios tornaram-se rivais. Torcidas organizadas reinam nas arquibancadas. Isso se repete dentro e fora do estádio.

 

vasco-x-corinthians

Vasco x Corinthians: briga entre torcidas

Nesta quarta-feira (3), torcedores se dirigiam ao estádio Pacaembu, São Paulo, para assistir a semifinal da Copa do Brasil –  Vasco x Corinthians. Na região da Ponte das Bandeiras o trânsito fora interditado para passagem de um comboio de vascaínos, totalizando 15 ônibus. A confusão começou ao encontrar no caminho um ônibus com a torcida adversária da noite: corintianos. Briga, briga e mais briga. Com vários golpes na cabeça, uma vítima fatal. Outras 7 pessoas ficaram feridas.

 

Rivalidade e estupidez, define-se assim atos como este. A polícia militar – que deveria “manter a ordem” – não resolve problema algum em brigas nos estádios e arredores. Por vezes, piora a situação. Como no caso do são-paulino Nilton de Jesus, baleado na cabeça em confronto com os policiais, no jogo Goiás x São Paulo, em dezembro de 2008.

 

Nada contra torcidas organizadas, admiro a exatidão e fidelidade para com seus times. Destaco ainda a importância dos torcedores para uma partida completa, calorosa. Mas, de que serve a violência? Essa rivalidade pessoal? Essa estupidez?

 

 É burrice achar que o time adversário é seu Inimigo. Ele nada mais é que um possibilitador. Sem ele, não haveria jogo. Não haveria torcida. Nem vitória, nem derrota.

 

 

Vivo na esperança de uma tranquilidade maior, de inibir o medo e fazer-me mais presente nos estádios, torcendo veemente para uma partida limpa e despreocupada.

 

estadio- violencia

Violência estupidamente incontrolável - dentro e fora dos estádios

 

Anúncios

14 Responses to Violência eminente entre torcidas, dentro e fora dos estádios

  1. franci23 disse:

    O caso é que os torcedores que brigam em estádios nunca são punidos e assim todos ficam pensando que tudo bem. O certo seria criar punições para quem briga em estádios , poderiam até proibir a entrada dos mesmos…

  2. MARCELO disse:

    A verdade sobre a morte/briga na noite de quarta-feira (03/06)

    http://www.blogpulguinha.blogspot.com

    o descaso do MP e da PM .

    • Laurye Borim disse:

      descaso do MP e da PM ??
      E onde fica a falta de educação e de um bom “corretivo” pra esses torcedores FDP???

      • MARCELO disse:

        oq q tem a ver com a falta de educação, quando a PM deixa vim pra cima mais de 800 vascainos com atitudes nem um pouco de santos.
        então o seu corretivo e que deixe a violencia correr solta ?
        outra – o pq não foi feita uma escolta quando se foi requisitada ? isto quer dizer, a PM e o MP escolhem a dedo os seus preferidos , ao inves de dar segurança a todos . ops … eu disse que isso eh dever do ESTADO .
        e para o seu conhecimento desde a decada de 70 as arquibancadas sao separadas em todo o Brasil – isto quer dizer a quase 40 anos .
        Alem de vc me parecer muito ingenua ainda soa de direita tmbm 😦
        bom, a verdade esta saindo em outros sites/blogs.
        e viva a ditadura enrustida da PM e com auxilio do MP e da conveniencia do povo !

  3. Kathia disse:

    “É burrice achar que o time adversário é seu Inimigo. Ele nada mais é que um possibilitador. Sem ele, não haveria jogo. Não haveria torcida. Nem vitória, nem derrota.”
    Ameeeei essa frase. Menina, tá contratada!

  4. Rafael disse:

    Jura querer resumir uma questão tão complexa, nessa análise emotiva e que parece ter saído de um diário de uma garota de 15 anos?
    Empacotar toda culpa, em uma embalagem escrita “organizadas” e respaldar os mercenários do capitalismo, que lucram, lucram e lucram, mentem, manipulam e criam um retrato falso, resquício de ditadura militar, (cenário em que me parece a polícia militar vive até hoje), és essa tua intenção?

    • Laurye Borim disse:

      Viva o capitalismo!
      Que trabalhemos todos, sempre e cada vez mais.
      E que o meu bolso fique atolado de dinheiro, e que a polícia seja cada vez mais “dura” com pessoas como esses torcedores.

    • Ricardo disse:

      É por conta de pessoas como você, que não conseguem distinguir o certo do errado, mesmo quando a situação se apresenta de maneira óbvia diante dos olhos, que o país continua atolado.

      Talvez a questão seja “complexa” demais para você, mas para pessoas de bom senso e com o mínimo de escolaridade, a questão é até bastante simples : Qualquer um que destrua o patrimônio público e promova a desordem, deve ser reprimido por meio de força policial. Você quer o que? Que a polícia distribua camisetas do Che Guevara e faça discursos contra o capitalismo para aplacar uma multidão furiosa? Que a população assista impassível a selvageria, já que os torcedores, teoricamente, são excluídos pelo sistema capitalista? Ora, não seja ridículo.

    • Nitya Rios disse:

      A tal “complexidade”, meu querido, vai além de minhas ou suas palavras. A PM não tem que adestrar ninguém, a educação e o respeito veem de berço. Se torcedores “marginais” não sabem viver em sociedade, que alheiem-se a ela! Francamente, trabalhadores honestos não saem às ruas portando armas primitivas e um vandalismo incomparável. Viva o capitalismo e o trabalho honesto e digno!

  5. Jefferson Porto disse:

    Sou totalmente a favor do promotor Paulo Castilho que, defende a ideia de torcida única nos estádios, em jogos com os times considerados grandes.

    O “curintias” tem que estar nessa… armaram para pegar os vascainos e, ainda deixaram um “curintiano morrer”.

    • Laurye Borim disse:

      pior é que nem com morte os torcedores aprendem, né?!

      É só esperar o próximo clássico… com certeza teremos mais notícias ruins para o blog.

      é o Brasilzão!

      • MARCELO disse:

        vcs são cegos ou não querem entender oq aconteceu de ‘ verdade ‘ ?
        a MP encobertou os fatos do trabalho de lixo da PM na quarta-feira.
        E jogos com uma torcida so tmbm vai rolar tretas pela cidade toda.
        Isto e fato, e contra fatos não ha argumentos. E so ver quando o SPFC decidiu liberar so 2.000 ingresssos para o Corinthians no Paulistão de 2009. Rolou brigas e confusões na cidade toda. Recorde de tretas. palavras da propria PM.

  6. Jefferson Porto disse:

    Sim, eu não acho que a morte do cara, seja culpa da PM. Os caras estão tretando oq fazer? só se atirar pra matar. Ai os caras param. Pq hoje, bala de borracha e bomba de efeito moral não servem para nada. E no jogo entre SPFC e “curintias” rolou briga justamente porque, haviam apenas 10% de ingressos para os corintianos e, nós sabemos que isso que animou o animo dos caras para brigar.
    Meu já fui em vários jogos, sempre tem uma briga, não tem como. A PM não pode fazer nada mesmo! Só se matar. Isto vem da educação, os próprios dirigentes ficam causando intrigas na Tv, jornal, etc…
    É muito louco msm as torcidas lotando os estádios, torcendo de verdade. Mas meu, é só as duas se trombarem que já era. O “pau come”…

  7. Ricardo disse:

    Sou a favor da execução sumária de qualquer animal que desobedecer ao comando dos policiais. A PM esta ali para orientar e garantir a ordem, e não para “brincar de lutinha” ou pega pega com os torcedores.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: