Vale Tudo, menos preconceito

Se tem algo pelo qual eu sempre tive preconceito, confesso, eram as tais lutas de vale tudo. Sempre imaginei que o máximo que consegueria ver seria um ‘bando’ de homens se agarrando e sangue para todo o lado e que os lutadores não seriam nada mais que máquinas de ódio e terror. Doce engano.

Por livre e espontânea pressão (rs), troquei algumas horas de sono da minha madrugada (aqui no Brasil as lutas normalmente são transmitidas ao vivo nas madrugada, por causa do fuso)  e comecei a assistir o tal do UFC, pelo Premiere Combate. Claro, sempre na companhia de um ‘narrador pessoal’ para que as minhas inúmeras dúvidas fossem sanadas o mais rápido possível.
Ufa! Depois de algumas noites de luta, já sabia a diferença entre uma finalização e um nocaute.

A imagem inicial que eu tinha desse tipo de luta – de ser violenta, somente – foi por água a baixo e tive a oportunidade de perceber que esse é um esporte de pura técnica, que vem crescendo a cada ano em todas as partes e que atrai cada vez mais crianças, jovens e adultos.ufc100-poster

Uma outra forma de chamar as lutas de vale-tudo, é de MMA – Artes Marciais Misturadas (jiu jitsu, boxe, wrestling, muay thai, karate, entre outras). MMA são artes marciais que incluem golpes e técnicas de luta no chão. Elas são misturadas e podem ser praticadas como um esporte de contato ou em um torneio em que dois concorrentes tentam se derrotar.

Uma das maiores organizações que realiza torneios de MMA é o Ultimate Fighting Championship (UFC). No Brasil, só conseguimos assistir as lutas pela TV ‘a cabo’: SporTV e Premiere Combate,  algumas lutas já ocorridas (passadas), começaram a ser transmitidas pela RedeTV. Talvez seja o baixo número de canais que transmitam lutas que explique o tamanho preconceito de grande parte dos brasileiro. Pura falta de conhecimento!
Mesmo com diversos fatores contra, o UFC tem registrado grande audiências nos últimos tempos (mundialmente), tem batido recordes depúblico e cada luta é novo espetáculo apresentado.
As torcidas estão crescendo. UFC é uma febre nos Estados Unidos, os americanos conseguem assistir  as lutas em canais abertos, que as transmitem ao vivo.

O Brasil é considerado o berço da luta-livre,  nascida aqui há quase um século, quando os patriarcas da família Gracie misturaram os rituais do judô japonês com a pancadaria genérica do vale tudo sem fronteiras.
No entanto, aqui no Brasil, pouquíssimos são os lutadores que tem o reconhecimento que merecem, enquanto lá fora são tratados como ‘estrelas’ do esporte.

Fica a dica para que quem tiver a oportunidade de assistir à uma luta de vale-tudo. A adrenalina é tão forte quanto em um jogo de futebol, voley, etc.  É um esporte em evolução, que leva ao lutador inúmeros benefícios: determinação, disciplina e dedicação, além de um ótimo condicionamento físico.

Entenda o UFC:

Ultimate Fighting Championship (UFC) é uma organização americana de MMA

– O UFC é comandado pela Zuffa Entertainment, LLC, e presidida pelo americano Dana White

– O UFC começou como o primeiro evento renomado de vale tudo em 1993.

– Os eventos ocorrem em “octagons”. Uma espécie de ringue com oito lados, fechados com uma grade. São 3 assaltos de 5 minutos. Em lutas que valem títulos são 5 assaltos de 5 minutos.

 – No início, por não possuir praticamente nenhuma regra, o UFC era conhecido como No holds barred fighting (vale tudo ao pé da letra) e as lutas eram ocasionalmente violentas e brutais.

– O UFC se reformulou, e foram criadas regras mais restritas, começou a ser sancionado por comissões atléticas, e começou a se vender como um esporte legítimo. Deixando de lado o slogan de “there are no rules” (não há regras) e pregando o MMA.

Os resultados das lutas se definem com:

Desqualificação – Acontece quando um dos lutadores aplica de forma INTENCIONAL algum golpe ilegal

Finalização – Ocorre quando um lutador recebe uma técnica característica da luta agarrada, tais como chaves e estrangulamentos, e demonstra clara desistência, através de batidas no chão do ringue(com os pés ou mãos)ou verbalmente.

Nocaute – Ocorre quando um lutador recebe um golpe legal e fica inconsciente.

Nocaute Técnico – Pode ocorrer por decisão médica, interrupção do árbitro ou decisão do júri

 

Anúncios

6 Responses to Vale Tudo, menos preconceito

  1. Kathia disse:

    Formando opiniões sobre o vale-tudo? hahaha gostei!!!
    Eu tb tenho mto preconceito com essas coisas, confesso…
    Bjos

  2. Nitya Rios disse:

    Ei, quer dizer que é formadora de opinião de vale-tudo?kkkkkkkkkkk
    Não acredito que vc já conhece os lutadores! Certeza que é fã de um bombado aí!rsrsrsr Vc sabe amiga, não conheço as técnicas da tal luta. Preconceito ao desconhecido é normal.

  3. Ricardo disse:

    Eu despertei seu lado selvagem.

  4. Carmem disse:

    Tenho muiiiito preconceito…a ponto de brigar com meu filho por ficar vendo esses homens agarrados….rs
    Mas… por puro preconceito não conhecia o nome Anderson Silva. A partir de agora vou começar a diluir minha aversão.
    Que inteligencia, que humildade, que colosso….

  5. Paula disse:

    quem sabe e entende sobre artes marciais , MMA é uma arte maravilhosa , como todos os outros esportes são.
    é só passa a entender mais e assistir mais UFC que passaram a entender mais sobre. eu amo artes marcias e minha felicidade vem dela ! beijos.

  6. augusto(nene) disse:

    pessoal sou lutador de vale tudo ou melhor competidor,
    ninguem gosta de ver violencia mas lutas com tecnicas é como um jogo de xadres, quando vcs entenderem vão gostar abraço atodos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: