Experimente experimentar

Não tenho vasta experiência neste mundo – passo longe disso. Como reforçaria exageradamente meu irmão, sou ainda uma criança. Mas, creio que valores relevantes não necessitam de longos prazos para tornarem-se essenciais.

 

Já corri descalça no asfalto fresco e fiquei com o pé doendo. Já vi minha irmã fugir com a bola em seus braços, acabando com a brincadeira de todos. Presenciei inúmeras palhaçadas de meu irmão e sempre ri das piadas repetidas, mesmo que não quisesse. Fiquei de castigo por desobedecer minha mãe e achei que iria chorar até morrer. Chorei. Sobrevivi.

 

Emprestei um lindo vestido de minha amiga, por vaidade. O devolvi logo depois, por princípios. Brinquei até escurecer, e achei que era pouco. Dancei xuxa (infelizmente) em aniversários de primas. Ri um pouco mais.

 

banho-de-chuva

"...Senti a natureza. Tomei banho de chuva..."

Senti a natureza. Tomei banho de chuva. Modelei bichinhos de argila com papai. Segurei filhotes, cachorros, patos, coelhos, gatos – me arranharam. Iniciei guerras de água. Me molhei. Dormi rápido por ter tomado muito chá de Cidreira da Tia Lúcia e acordei com o cheiro de seus bolinhos de chuva. Delícia.

 

Briguei com meus irmãos. Cantei com meus irmãos. Fantasiei. Vi meu irmão se transformar no meu orgulho. Meu protetor. Deu-me conselhos. Não adiantou. Tive ciúmes. Não queria que ele seguisse seus sonhos. Ele seguiu e os alcançou. Orgulhei-me novamente.

 

Desejei que minha irmã sumisse. Momentos contrários, desejei ferozmente estar ao seu lado. Achei que nada mudaria. Tudo mudou. A vi trabalhar, estudar, chorar, noivar. Noivou.

 

Ainda que não seja velha – nem criança – aprendi que trabalho, dinheiro e posses vem e vão. Mas, terei sempre comigo, os valores, o caráter e a sinceridade do meu sangue. Meus irmãos, que tanto me orgulham, seguiram seus caminhos. Enquanto sigo à procura do meu, experimento a graça de crescer. Vou entendendo o jogo da vida, o perder e o ganhar constante. Sei que, independente de quaisquer circunstâncias, seremos irmãos e estaremos prontos a apoiar uns aos outros. Foi assim que mamãe ensinou. Com esta experiência estou pronta para o que der e vier.

brothers

"...Briguei com meus irmãos. Cantei com meus irmãos..."

Anúncios

14 Responses to Experimente experimentar

  1. Thaís disse:

    Lindo Ni…parabens, adorei!

  2. camila disse:

    Nitya

    Fazia tempo que um texto não me comovia tanto! Cheio de sensibilidade… Vou dar uma linkada, tá?

  3. Kathia disse:

    Que bonito!!! AMAYYYY
    Tu escreves muito, guria!

  4. Renata disse:

    Nossa Nitya, parabéns, seu texto ficou perfeito! Adorei

  5. Valdeilson disse:

    Achei muito lindo esse texto!
    Acho que cada um de nós se identifica um pouco com as cenas narradas no texto.
    De certa forma lendo esse belo texto, todos nós acabamos nos lembrando de alguns momentos de nossas vidas!

    Continue assim.. vc vai longe!

    bjo

  6. Poliana disse:

    Amiga,até tinha me esquecido de como você escreve bem!!!
    estou comovida!!!
    Parabéns
    Saudades!!

  7. camila disse:

    Seu lindo texto já tem um link no meu blog… Só avisando, ok?

  8. gabi disse:

    AMEi ..

    muito lindo, lindo mesmo , tocou na alma!
    posso por no meu blog?
    com seu nome , é claro !
    beeeijo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: