Casamento de rico x casamento de pobre

bouquet

TRAJES

Rico: mulheres usam vestidos feitos sob medida na Black Tie. Ou de algum estilista de tapete vermelho: Oscar de La Renta, Marchesa. Sapatos Manolo Blahnik ou Louboutin. Chapéus de torneio do Jockey e joias da Tiffany complementam o visual. Homens usam smoking impecáveis feitos sob medida na Armani.

Pobre: Vestidos alugados na lojinha de roupas de festa perto de casa. Muitas vezes, primeiro aluguel. Ou mesmo vestidos de festa comprados na seção “Festa” da Renner ou C&A. Cores vibrantes e maquiagem feita com sombra azul e batom rosa complementam o visual.

IGREJA

Rico: igrejas bem decoradas, em bairros nobres. A noiva chega em um carro dos sonhos. Imprensa aguarda na porta.

Pobre: centenas de padrinhos sobem ao altar, enquanto crianças correm pela igreja, lotada. A noiva entra e todas as mulheres cochicham umas com as outras. “Olha a barriga dela, acho que está grávida”, “Que maquiagem horrível”. Minutos antes do fim da cerimônia, a igreja está vazia, pois todos os convidados já saíram, para pegar mesa no salão da festa, “antes que encha”.

FESTA

Rico: há duas equipes de filmagem. A contratada pelos noivos e a do Amaury Jr. Pessoas dançam as músicas calmas, geralmente tocadas por um pianista ou banda ao vivo. Sorrisos para as câmeras, incluindo as da revista Caras.
Pessoas sentadas observam o movimento e conversam – sempre com uma taça de champanhe na mão. As mesas são bem decoradas. Há garçons e buffet no salão chiquérrimo.

Pobre: o salão é sempre bem longe da igreja. Pessoas correm para ocupar as mesas de plástico/lata, decoradas com uma toalha e um vasinho de flor em cima, que é levado no final da festa pelas convidadas.
A música é forró ou pagodão de pingar suor. O DJ é geralmente um tio do casal. Mulheres se acabam na pista, enquanto homens quase sempre acabam com a gravata na cabeça. Crianças continuam correndo pela festa. A noiva passa de mesa em mesa para cumprimentar os convidados, que tentam fugir da câmera.

COMIDA & BEBIDA

Rico: o cardápio é geralmente preparado por um chef de um grande restaurante. Há mesas com os doces, decorando a festa. Os pratos são servidos pelos garçons, assim como as taças de Veuve Clicquot, nas mesas dos convidados.

Pobre: se não for churrasco, é sempre coxinha/risoles/bolinhos de queijo/sanduíche de carne louca. Os garçons na verdade são parentes e amigos do casal, que transitam com dificuldade pelo salão lotado de gente dançando forró.
Parentes folgados pedem para que o ‘garçom’ traga coxinha na mesa. Então, ele levanta os braços para andar com a bandeja no meio do salão, em plena multidão extasiada ao som de Calypso ou Calcinha Preta. Pessoas tentam beliscar itens da bandeja e reclamam de fome.
As coxinhas finalmente chegam ao seu destino, e logo são atacadas por pessoas famintas, que não conseguiram mesa e estão em pé, próximas ao local. O mesmo acontece com o guaraná Dolly laranja, que some em minutos.
A festa mal começou e a cerveja acaba. Parentes se mobilizam para cortar a gravata do noivo. Crianças correm pelo salão.

FINAL DA FESTA

Rico: costuma deixar o local cedo. Sai pela tangente, não se despede de ninguém, mas grava uma entrevista para o Amaury Jr., desejando felicidade aos noivos e contando sobre os novos negócios de sua empresa.

Pobre: a festa nunca termina. Os noivos, já exaustos, cumprimentam as últimas pessoas do salão. Um tio dança bêbado, com uma gravata na testa. Uma tia solteirona se acaba no forró, destruindo a maquiagem e o cabelo escovado. Parentes e amigos saem com potinhos recheados de coxinhas ou carne que sobrou. Uma tia distante pede um pedacinho de bolo para levar para os que não puderam ir. Refrigerantes são divididos entre a família. A mulher que pegou o buquê depois de disputá-lo a tapas sorri.

LUA DE MEL

Rico: na metade da festa, os noivos vão para o aeroporto, pegar um voo para Paris, Milão, Londres, Miami ou Dubai. Hotel maravilhoso e compras complementam a viagem.

Pobre: após cortar a gravata do noivo, padrinhos se juntam para ver quanto dinheiro foi arrecadado. Os noivos ainda não sabem para onde viajar, se vão para a Praia Grande ou Poços de Caldas. Noivos vão para casa.

Por Kathia Oliveira

Anúncios

26 Responses to Casamento de rico x casamento de pobre

  1. claudia disse:

    olha sem duvida nenhuma vc é muito criativa..amei
    mesmo..sorri do inicio até o final e é assim mesmo que acontece
    podre nao tem jeito..mais poderia ter costumes melhores né.

    valeu obrigada

  2. Adriana disse:

    Relamente muito divertido,desde os garçons parentes ( que antes conbinam usar calça preta e camisa branca), até o refrigerante Dolly..ri muito!!!Parabéns pelo olhar criativo!!Abraço.

    • Kathia disse:

      KKkkk eu já fui em casamento que passei fome! Depois a família toda teve que ir pro Mc Donald’s, acredita?
      kkkk

  3. Natalia disse:

    kkkkkkkkkkkkk
    Muito bom!!!!
    Me lembrei o tempo todo do casamento da minha irmã!!! passamos meses preparando pra pobretaiada fazer papelão!!!
    legal!!!

  4. Débora disse:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk,adorei é exatamente assim quew acontece.E ainda tem mais a mãe da noiva fica na cozinha controlando a comida que é pra sobrar pro almoço de amanhã,pois a csa esta cheia de parentes que vieram de longe.kkkkkkkk.

  5. natalia disse:

    bom realmente o que você escreveu é a pura verdade,o engraçado que todas as respostas são de que ja aconteceu comigo,isso quer dizer que neste site,nem rico entra,entao os pobres é que ta na vez…

  6. mi disse:

    ai ai ai rir muito, bom verdade que acontece isso sim. mas pode ter certeza que os casorios de pobres sao bem mais animados,mas alegres, e podem ate ser que durem mais que os dos ricos, os ricos tem tantas coisinhas,q acabame que perde o melhor de tudo.
    pra mim os pobres sao os melhores mesmo

  7. Nanda disse:

    Noooossa fiquei até com dor de tanto rir.
    Estava preocurando idéias para a recepção do meu casamento e só achei idéias fora do alcance do meu bolso…cansada de procurar ideias baratas, mas realmente baratas, procurei ” CASAMENTO DE POBRE ” e achei essa comparação, fiquei até triste pois todas as ideias que tive, se encaixam nas de pobres…rsrsrs
    Mas o bom é que pobre se diverte a doidado …

    • Kathia disse:

      Hahahaha Nanda, é verdade. As festas de casamento de pobre são as mais divertidas, com certeza.
      Casar é coisa cara, não importa a classe social, né?
      Beijos!

  8. Adrielle disse:

    Vou Ter casamento de pobre kkkkk até o buquê que pensei em fazer encontrei aqui kkkkk bom se a pessoa não tem condições financeiras de sobra para fazer de “rico”, deve fazer conforme sua condição financeira e aproveitar o maximo possível, afinal é o seu casamento, é o seu momento e quem deve gostar é você enfim os noivos. rs

  9. nino disse:

    muito criativo muito bom!!
    gostei..!!
    parabens..!!

  10. Flor disse:

    nossa conserteza vc jah foi pobre algum dia,vc sabe muitos detalhes mas é a pura verdade,mas é mas engraçadooo!kkkkkk

  11. madonna disse:

    muitooo bom ! Adorei me rachei de tanto ri…
    concordo com vc pq pobre n tem classe e mesmo que tivesse teria sempre o espirito de pobre fora aqueles perfumes fedido que eles colocam que impreguina o salão (ops)…. quando faz em salão afff sem falar tbem dos salgados que cheira a fritura de velha !! =/} kkkk

  12. carlos eduardo disse:

    é verdade vc foi no profundo,ovulei de tanto rir

  13. Thayse disse:

    gentem…
    eu muito bem vendo as fotos do Buffet do casamento do Principe Will, pensei no meu casamento com o Príncipe Harry

    Pq eu realmente sempre gostei mas de Harry do que de Will

    Aí eu comecei a tirar onda com os meus coleguinhas de trabalho aqui da loja

    hehe

    Dizendo que pelo amor de Deus não inventasse de colocar o salgado e os doces nos bolsos

    kkkkkkkkkkkkkkkk

    Nesse meu casamento aí

    Aí um colega de trabalho disse que, nesse casamento aí, ia me procurar para pedir um pedaço de bolo e salgadinhos e doces para levar pra mãe, pai, sobrinho,tia

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Fique imaginando essa cena num casamento NOBRE

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Beijos

  14. Fabrício disse:

    Em janeiro do ano passado, fui pro casamento duma amiga pobre. rsrs. Festa totalmente improvisada, num terraço de uma casa em construção, os garçons eram o pai, o irmão e dois primos dela. rsrs.

    só tinha regente e baré. os salgados eram do tamanho de bola de gude e o bolo deu pra apenas 10 pessoas.

    haushaushaushaushs
    e na hora da musica, colocaram VANDO

  15. isinhah disse:

    muito bom,e super engraçado ;ri muito lendo esse texto !!!!!!!

  16. isa disse:

    Muito engraçado me identifiquei muito com esse texto;ri tanto que deu uma dor;fui lendo e lembrando das festas da minha família;mas o bom mesmo na festa de pobre é a união, principalmente no dia seguinte na hora de dividir a comida que sobrou da festa;todo mundo quer levar ao menos um pedaço de bolo pra casa; ilário ,parabéns ficou super!!!!!!!!

  17. leimar disse:

    ja fui em varios casamentos de pobre e quer saber aadooreiii e bem divertido kkk eu amo minas gerais mas casamento de pobre em minas ja sabe arroz,tutu macarronada maionesse carnes variadas fritas por varios dias d sobremesa pao com doce d mamao rs resumindo adoroooo

  18. franciane disse:

    kkkkk nossa pior q é verdade casamento de pobre é coisa só
    sem falar q quando eles querem fazer algo mais sufisticado eles strogonofe com batata pala e velha arroz duro e strogonofe aguado e colocam os refrigerantes em jarra d vidro para nao divulgar a marca… se nao falar nas pessoas gritando e chamando o garçom para trazer a comida rs

  19. georgi disse:

    realmente nós pobres nao temos essa fineza nem muito menos o dinheiro para sermos chiques,mas temos calor humano coragem para sermos autenticos aonde formos mesmo com um pouco de grosseiria mais é assim que nos deixam ser e nao vejo nada demais em gostar de se esbaldar em festas com as danças comidas e muitas gargalhadas e o pobre que quiser ser contra ,vá ser rico,e me deixe com a minha pobresa feliz.

  20. noca disse:

    Vi muitos comentários engraçados, mais o que me surpreende é ver kkkk que a pior pobreza não é financeira e sim a de espírito, coisa de pobre é ir para festa e sair ridicularizando os coitados dos noivos, sabe que a familia é simples não vai ao casamento, ou as pessoas só vão para comer? e esquecem que na verdade o importante é prestigiar o casal, kkkk o que acho mais engraçado é que tem muito rico com espírito de pobre, se acham acima de tudo só pq tem uma educação diferente, tem classe, mais na verdade muitos são é infelizes, nenhuma riqueza é capaz de comprar felicidade, minha gente viva, seja feliz, não importa o dim dim e sim se por dentro vc está completo. Bjos em todos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: